Topo

O jogo da velha no estudo da harmonia

O jogo da velha no estudo da harmonia

Descubra um jogo interessante para aprender a formar qualquer tipo de tríade de forma simples e divertida.

Aprendendo as regras do jogo

Se você gosta de estudar harmonia, essa atividade será muito interessante.
O jogo apresentado no vídeo é composto  por 3 colunas (x,y,z). Cada uma delas contém uma tríade maior que precisamos montar.

Escolhemos uma nota (no vídeo escolhemos a nota C) e consideramos ela como primeiro grau de uma tríade (a tríade X), como terceiro de uma segunda tríade (tríade Y) e como quinto grau de uma outra tríade (tríade Z).

Escolhida a nota inicial, preenchemos os espaços, colocando as notas que compõem as tríades (X,Y,Z). Veja a seguir o exemplo completo:

– Na coluna X, consideramos a nota C como fundamental da tríade maior (Dó, obviamente, dado que C é sua fundamental), então completamos a coluna acrescentando seu terceiro e seu quinto graus.

 

– Na coluna Y consideramos C como terceiro grau de uma tríade maior Lá bemol maior). Completamos, então, a coluna com as notas Ab (primeiro grau da tríade) e Eb (quinto grau da tríade).

 

– Na coluna Z, consideramos a nota C como quinto grau de outra tríade maior (Fá maior). Completamos a coluna com as notas F (primeiro grau da tríade) e A (terceiro grau da tríade).

Turi Collura

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior. Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês. Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.