Topo

Improvisação sem segredos: improvisando sobre “Blue in green”

improvisação sem segredos 1

Improvisação sem segredos: improvisando sobre “Blue in green”

Por Turi Collura

 

Existem “segredos”, na música?
Não se engane: não existem não. Existem estudo, paciência, tentativas, prática, dedicação, inspiração. Por isso, e para desmistificar algumas ideias difusas, queremos chamar alguns estudos que fazemos aqui com o nome de “improvisação sem segredos”.

A improvisação de hoje é sobre a harmonia da música “Blue in green”, publicada, pela primeira vez, no disco “Kind of blue”, de Miles Davis. Não obstante a composição tenha sido registrada no nome de Miles, na verdade ela foi composta pelo pianista Bill Evans, que participou da gravação do disco (isso será motivo de ruptura entre os dois músicos).

Para a minha improvisação, utilizei um playback disponibilizado no youtube em um arranjo “Smooth jazz”.

 

O que utilizei:

– Arpejos dos acordes

– Aproximações cromáticas aos arpejos

– Escalas de acordes

– Variações rítmicas

– Cromatismos

 

Mas, sobretudo, utilizei a bagagem que vem da minha experiência de improvisador, que se constrói com o tempo, com o estudo, com as tentativas de acertos e erros, com a prática de imitar os solos de outros músicos… e com exercícios de práticas criativas que vão além das questões técnicas.

 

Nas partes a seguir, desse estudo sobre “Blue in green”, vamos falar de práticas criativas, veja:

 

Parte 2: Cantando os seus improvisos

 

Parte 3: Pondo limites à improvisação: um exercício para seu desenvolvimento

 

Parte 4: Práticas criativas: Improvisar “fora da caixa”!

Turi Collura

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior. Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês. Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.