Topo

A nota pedal e seu emprego na música popular

A nota pedal e seu emprego na música popular

Por Turi Collura

A Nota Pedal é algo utilizado, há muitos séculos, na música de tradição européia, mas que encontramos, também, no Jazz, no Rock, no Gospel e, de forma, geral, na Música Popular.

Com o termo nota pedal (ponto pedal, ponto de órgão ou simplesmente pedal) entendemos a manutenção de alguma nota em meio à uma sucessão de acordes.

 

O nome parece ter a sua origem no órgão, devido à capacidade deste instrumento de sustentar uma nota por um longo período de tempo, normalmente por meio da pedaleira, tocada com os pés do músico.

Na maioria das vezes, a nota pedal é executada no baixo, isto é, na nota mais grave, embora possa se encontrar também em qualquer outra voz.

 

Abordaremos aqui a nota pedal aplicada aos baixos dos acordes.

Na música da tradição ocidental, a nota pedal foi muito utilizada por grandes compositores, como, por exemplo, Mozart, Bach e Chopin. Mas seu uso se estendeu a praticamente todos os gêneros da música popular, como, por exemplo, o jazz, o gospel e a música pop.

 

Normalmente, o pedal é sustentado pela tônica ou pela dominante, mas pode ainda ser sustentado por qualquer outra nota. É frequente encontrar o pedal no início ou no final da música.

Algumas músicas que empregam a nota pedal.

Stevie Wonder utiliza a nota pedal no início da música Too High, em que uma série de tríades maiores em sucessões cromáticas (observe a série de tríades descendentes no âmbito de uma oitava inteira: Bb, A, Ab, G, Gb, F, E, Eb, D, Db, C, B, Bb!) desfilam sobre um baixo de E.

Outro exemplo é o clássico do Rock Jump, da banda norteamericana Van Halen. Observe os acordes de C, F e G que se alternam sobre o baixo de C. A sequência é tocada em um sintetizador Oberheim OB-Xa e se tornou um cult da década de 1980. Nossa nota máxima para os solos na guitarra e no sintetizador!

Encontramos outro exemplo de nota pedal no início da música The cinema show da banda Genesis.

 

Mais um exemplo de nota pedal no baixo, na música Lake, de Pat Metheny. Nota máxima para o solo de piano de Lyle Mays.

 

 

No Curso de Harmonia Aplicada à Música Popular aprofundamos o uso da Nota Pedal, seus clichês harmônicos e seu emprego na harmonização e re-harmonização de uma música. Se você se interessar pela harmonia, vale a pena dar uma olhada.

Até mais!

Turi Collura

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior. Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês. Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.