Topo

Desenvolvimento da improvisação: cantando sobre “Blue in green”

desenvolvimento da improvisação

Desenvolvimento da improvisação: cantando sobre “Blue in green”

Por Turi Collura

 

Você já sabe: nosso lema é que não  existem segredos para a improvisação. Existem estudo, paciência, tentativas, prática, dedicação, inspiração. Mas existem práticas “menos percorridas” para o desenvolvimento da improvisação e que são muito úteis. Nesse post, quero compartilhar uma delas.

No nosso curso online de Improvisação, aqui no Terra da Música, dizemos que “quem canta, seu medo de improvisar espanta”. Não se preocupe, não estamos querendo transformar todos os instrumentistas em cantores! Mas sim que a prática de cantar sobre uma base (playback) ou sobre uma música é um exercício muito importante. Vamos logo ao vídeo, para entendermos do que se trata.

Para a demonstração, escolhi improvisar sobre a base da música “Blue in green“.

Essa é a segunda parte de estudos de improvisação sobre Blue in Green. Confira, também, as outras partes (veja os links abaixo do vídeo).

Evidenciando algumas ideias

– Explorar um material limitado, como 2 ou 3 notas e “fazer a limonada com um limão apenas”;

 

– Variar a rítmica

 

– Explorar uma ideia boa: encontrou uma ideia? Não largue dela antes de tê-la desenvolvido;

 

– Imagine, ouse e erre à vontade;

 

Preste atenção à rítmica da base, fique na pulsação sem se perder.

 

Quantas ideias você consegue ter? Isso vai muito além das questões técnicas, das escalas, da teoria, dos arpejos, etc!

 

Mas, sobretudo, tenha paciência e muita criatividade. Se achar que é fácil, desenvolva essa sua habilidade, pois os resultado serão sempre melhores. Se você achar que é difícil demais, insista na atividade! Exercícios de práticas criativas como esse vão muito além de questões técnicas.

Turi Collura

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior. Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês. Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.