Topo

Reconhecer os intervalos musicais: ouvido relativo e ouvido absoluto

ouvido absoluto

Reconhecer os intervalos musicais: ouvido relativo e ouvido absoluto

Por Turi Collura

Temos recebido muitas perguntas interessantes por parte de nossos alunos (que hoje somam mais de 10.000 inscritos! E você, já está estudando conosco?).

 

A pergunta de hoje é de Taynara de São Paulo, aluna do Curso online de Linguagem e Percepção Musical. Ela escreve:

 

“Reconheço os intervalos mas não sei dizer de quais notas se trata”.

 

Gravei uma mensagem em vídeo para ela:

Uma curiosidade sobre o ouvido absoluto

De acordo com algumas estatísticas, em média, somente uma em cada cinquenta mil pessoas tem o ouvido absoluto. Essas estatísticas, porém, se baseiam em testes feitos somente com músicos; os resultados são depois considerados para toda a população, assumindo, portanto, a hipótese discutível de que, quem não conhece música, não pode ter o ouvido absoluto. Pesquisas realizadas sobre o assunto em 2008 pela Eastman School of Music, juntamente ao Department of Brain and Cognitive Sciences da Universidade de Rochester (EUA) resultaram em testes aplicáveis a qualquer indivíduo (mesmo os que não são músicos) e tais testes, indicariam que o ouvido absoluto é, na realidade, mais frequente do que se pode imaginar.

Como desenvolver o ouvido absoluto? Clique aqui para ler o artigo.

Curso de Percepção musical

 

Teoria e prática. Vídeos e exercícios interativos para suas habilidades auditivas de reconhecimento de intervalos melódicos e harmônicos.

Realize seu sonho! Estude música …. online!

Assinaturas dos cursos online
Turi Collura

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior. Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês. Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.

Deixe seu comentário